Bem Vindo a Página do Banrisul Formulário para acesso direto a conta

Página Inicial » Áreas Temáticas » Sustentabilidade » Gestão

A construção da Sustentabilidade no Museu Banrisul

O processo de revitalização do Museu Banrisul iniciou em meados de 2012, por iniciativa de um grupo de empregados do Banco. Inspirado no conceito de sustentabilidade, buscou-se neste projeto a resolução das necessidades do Museu Banrisul e a proposição de novos caminhos de ação e diálogo com a sociedade, fortalecendo o Museu como um espaço de vivência, cultura, ensino e deleite, além de construtor e transmissor de conhecimento. Atualmente, sob a gerência do Grupo Estratégico de Gestão Socioambiental do Banrisul, o Museu, junto com o quadro técnico inicial do projeto, vem agregando mais conceitos de um agir e pensar sustentável aplicado neste espaço cultural.

A sustentabilidade é um conceito vinculado à preservação do meio ambiente, à promoção da cidadania e ao estímulo de práticas de vida saudável, carrega em si a responsabilidade de que as gerações contemporâneas realizem suas ações de forma menos onerosa às gerações futuras. A ideia de sustentabilidade se direciona não somente ao fazer ecologicamente correto e economicamente viável, mas também na garantia de que estas ações sejam socialmente justas e culturalmente diversas.

Para que um museu exista e tenha sucesso em suas proposições, necessita dialogar constantemente com a comunidade em que está inserido. Pensar seu papel como promotor da preservação dos bens culturais, patrimoniais e naturais. Fazer de suas ações o reflexo de demandas concretas de seu entorno, transformar-se constantemente para acompanhar de forma proativa as mudanças da sociedade. Instituir a sustentabilidade como um dos princípios Plano Museal*.

O sentido de um museu surge quando há uma apropriação, por parte do visitante, de uma série de subjetividades e de conhecimentos expressos em objetos expostos, organizados em torno de uma narrativa. Um museu só pode existir se este se propõe a ser visto, desvendado e ocupado como um espaço de vivência. Sem diálogo social, sem acesso e sem projeto sustentável, todo museu torna-se um depósito de objetos sem aspirações a identidades históricas, comunitárias ou culturais.

O conceito de sustentabilidade, que por vezes é relacionado apenas a questões ambientais, encontra neste caso um caráter social e cultural de primeira ordem. Um museu só pode existir atuando de forma sustentável, ou seja, se apresentando como um espelho da sociedade, reconhecendo a diversidade que a compõe e atuando de forma propositiva à comunidade em que está inscrito. Está na sua essência o desafio de ser e se fazer sustentável em todas as suas ações e concepções, do contrário acaba por deixar de dialogar com a sociedade e esvazia-se de sentido.

*É o documento museológico que caracteriza institucionalmente um museu, suas políticas e diretrizes, descrevendo sua estrutura administrativa, espaços físicos, equipes de trabalho, perfil de acervo.

Por: Grupo Estratégico de Gestão Socioambiental do Banrisul.

 

[nwbs] 1995 ~ 2019 © Banrisul S.A.. Todos Direitos reservados. Navegação rápida Página Inicial | Mapa do site | Política de Segurança